Imagine Jesus na casa de Marta ensinando a algumas pessoas, e entre elas Maria, irmã dela. Marta, porém, estava distraída com outras coisas, ocupada em suas tarefas…

Vamos voltar um pouco a história:

Jesus estava de passagem pela aldeia de Marta e Maria e entrou na casa delas. Maria, ao ver Jesus ali, diante dela, ensinando aos discípulos dEle e a outras pessoas, foi atraída por seus ensinamentos e tomou lugar junto deles para ouvi-lO.

Não era qualquer palavra que ela estava ouvindo. Era uma palavra diferente, cheia de vida, de amor, dita por uma pessoa com as mesmas qualidades da palavra que falava. Por mais que tivesse coisas pra fazer, ela não poderia deixar de ouvi-lO. Aquela palavra trazia paz ao seu coração, esperança, direção, tudo o mais poderia esperar pois aquele momento era especial, aquela palavra era especial, aquele homem era especial…

Maria não teve dúvidas de que era ali o lugar pra ela estar. O coração dela estava tranqüilo. Talvez antes não estivesse. Quem sabe antes de Jesus chegar, ela estivesse ajudando sua irmã… Bem, não importa. Importa que ela estava assentada aos pés de Jesus ouvindo os seus ensinamentos naquele momento.

Marta? Bem, Marta tinha parado seus serviços para receber a Jesus que tinha acabado de chegar. Deu a devida atenção no começo, mas depois voltou às tarefas. Tinha muita coisa a fazer e agora com visita…

De repente ela percebe que está trabalhando sozinha e vai procurar Maria, encontra-a assentada aos pés de Jesus ouvindo Sua palavra “e, aproximando-se, disse: Senhor, não se te dá de que minha irmã me deixe servir só? Dize-lhe que me ajude.”

Ela não aceitou a atitude de Maria pois não tinha reparado o brilho no olhar dela, o semblante diferente, cheio de vida que era resultado da palavra de Jesus na vida dela. Marta não estava aproveitando a boa parte que era a presença de Jesus em sua casa.

Ela é um exemplo clássico de muitos cristãos. Quantas vezes muitos de nós agimos como Marta! Recebemos a Jesus, aquele momento inesquecível… Inesquecível até que a gente lembre de algo, dos cuidados deste mundo, e deixamos Jesus ensinando outros enquanto vamos continuar nossa vida de onde paramos. Muitos recebem a Jesus, mas não permanecem na presença dEle dando a atenção devida aos Seus ensinamentos, distraem-se facilmente, estão muito ansiosos por outras coisas (Mt. 6.27; Mt. 13.22; Lc. 21.34). O resultado disso? Mais ansiedade e fadiga… (Lc 10.41)

Sabe, o mais interessante pra mim nessa história, foi Jesus ter dito que Maria tinha feito uma escolha:

“E Maria escolheu a boa parte, a qual não lhe será tirada.” (Lc 10.42)

Escolha é algo pessoal. Nós escolhemos ou não estar na presença de Jesus. Não podemos colocar a culpa nas pessoas, nas circunstâncias, no mundo, nem mesmo no diabo, por não passarmos mais tempo com Cristo. A nossa escolha é ato de nossa vontade, preferência, decisão. Nós decidimos a nossa escolha e escolhemos a nossa decisão. Nós é que escolhemos continuar com a nossa vida, com nosso “vai-e-vem”, ou deixar essas coisas pra depois de nos “assentar aos pés de Jesus” e adorá-lO.

Maria escolheu a boa parte e Jesus disse que não lhe seria tirada. A escolha de Maria é um exemplo que precisamos imitar. Prefiro falar precisamos do que devemos, porque é bom reconhecermos a necessidade que temos de estar na presença do Senhor como ela reconheceu e não desperdiçou a oportunidade. Receber a Jesus e permanecer na presença dEle foi o que Maria fez na sua casa, e o que precisamos fazer em nossas vidas no nosso dia-a-dia.

Agora imagine Jesus sentado na sua sala ensinando a algumas pessoas (imaginou?), e você com algumas coisas pra fazer, pra resolver…

O que você faria?

Maria Amélia

Leia mais…

Anúncios

Sobre Maria Amélia

Sou esposa e mãe.

»

  1. Maria Lúcia disse:

    Eu ficaria como Maria, na santidade de Sua presença.Sentindo o Seu cheiro suave…..contemplando as Suas maravilhas….Procurando VER o que os meus olhos querem ver,e os meus ouvidos querem ouvir; Os mistérios do meu SENHOR! Que a graça do Senhor JESUS, sempre te alcance para a glória de DEUS! Irmã LÙ

  2. Andréa disse:

    Amo essa passagem. Muito oportuno falar dela numa era em que corremos de um lado pra o outro para dar conta de todas as nossas “tarefas” diárias. NADA pode ser dado como desculpa, alegação para não estarmos na presença de Deus. Que o Senhor te abençoe Pra Amélia. Teu blog é uma benção. Semente de grandes coisas que o Senhor certamente vai fazer por você ter escolhido a “boa parte” dessa vida. Fica na Paz.

  3. Daniele disse:

    amei esse estudo estou aprendendo antes de buscar outras coisas, buscar primeiro ao MEU DEUS LINDO. QUERENDO estar com ELE, só por AMOR.

  4. Emanuella Patricia disse:

    amemmmmmmmmm
    Deus e bom bom

  5. DEVANIR OLIVEIRA disse:

    Deus ti abençoe!

  6. Linda mensagem , vou tentar transmitir às irmãs de minha igreja
    Mui grata

  7. Marilene moreno disse:

    Muito edificante esta mensagem,ministrou muito ao meu coração!!!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s